Dicas de como sair do sedentarismo: mais saúde para o seu dia a dia!

O sedentarismo é um “estilo de vida” que assola muitas pessoas no mundo todo por diversos motivos, seja por falta de tempo – ou de otimizá-lo –, por questões de saúde e locomoção e até mesmo por falta de vontade. O problema disso tudo é que, na maioria dos casos, ser sedentário acarreta muitas consequências, tanto para a saúde física quanto para a mental.

É claro que não é fácil saber como sair do sedentarismo, pois cada pessoa possui suas individualidades e têm rotinas diferentes. Não podemos falar de A e B, equiparando-os se suas vidas são completamente distintas. Porém, é totalmente possível encaixar, no dia a dia, algumas práticas que auxiliam a libertação desse estado e assim adquirir mais bem-estar.

Hoje, a Fokus Fit está aqui para dar algumas dicas para abandonar de vez o estilo de vida sedentário. Quer saber quais são elas? Então, continue no post, vamos lá!

6 dicas de como sair do sedentarismo: problemas de saúde? Aqui não!

O sedentarismo nada mais é que ter um estilo de vida pouco saudável, no qual as atividades físicas regulares, alimentação balanceada e outros cuidados com a saúde são deixados de lado. É muito comum que as pessoas que são sedentárias tenham uma rotina na qual devem ficar sentados por muito tempo, geralmente quem trabalha em escritório, usando um computador.

Assim, durante 8 a 10 horas por dia, em sua quase totalidade, esses indivíduos permanecem sentados. Depois, para aqueles que usam veículos de locomoção, mais tempo ainda. Por fim, há quem cuida de crianças, outros fazem comida, outros pedem comida e – é claro – se sentam para apreciar o alimento. Percebe que há pouco gasto calórico nessa rotina? Há sim a perda de calorias, mas nada comparado ao que poderia ser com a prática de exercícios físicos.

Dessa forma, o surgimento de doenças pode aumentar exponencialmente, ainda mais quando falamos daquelas que aparecem com a obesidade, como a diabetes, problemas cardiovasculares, desgaste de articulações e muito mais. Além disso, pessoas que já possuem predisposição a alguma dessas podem desenvolvê-las muito mais rápido.

E não pense que você precisa fazer mil horas de academia por dia, cortar todos os alimentos que gosta e entrar em dietas malucas. Não! As melhores práticas para quem deseja saber sobre como sair do sedentarismo começam aos poucos. Afinal, mudanças muito radicais podem desestabilizar sua saúde física e mental também, ninguém sai de uma rotina sem práticas físicas conseguindo correr uma maratona. Confira algumas delas para inserir no seu dia:

1. Mover-se mais durante o dia

Como já foi dito, há pessoas que trabalham exclusivamente mexendo em computadores, por isso precisam estar sentadas. Mas é possível mudar um pouquinho essa rotina, saindo para andar um pouco durante o horário de almoço, mesmo que seja aquela volta em dois quarteirões para resolver algo da sua vida pessoal ou para buscar um almoço mais saudável.

Precisa falar com um colega de outro setor? Levante-se e vá até a sala que ele trabalha – se isso for permitido! Nas pausas para beber água e usar o banheiro, faça alguns alongamentos para estimular a circulação. Você tem muitos clientes e vive falando ao telefone com eles? Aproveite para atender as chamadas em pé. São atos pequenos, mas que podem fazer a diferença!

2. Andar mais a pé

A caminhada é um exercício que vai bem em todas as horas, principalmente porque não precisa de muitos equipamentos, apenas sapatos e roupas confortáveis. Se você mora próximo ao seu local de trabalho, pode optar por deixar seu veículo em casa e fazer o trajeto andando. Separe um tempinho para isso, acordando mais cedo, quem sabe, e aproveite. É um ato excelente para a saúde mental também, sabia?

Contudo, se for uma distância muito longa e você precisa usar o transporte público ou seu carro, que tal descer alguns pontos antes do usual ou estacioná-lo em quadras diferentes para exercitar um pouquinho as pernas? No fim, isso pode até ajudar no custo do combustível, mesmo que por centavos. Além disso, se você mora perto do mercado, da padaria, do açougue ou da farmácia, por exemplo, também é aconselhável ir a pé.

3. Evitar elevadores e escadas rolantes

Mora em um andar mais baixo? O escritório fica próximo ao térreo? Por que não deixar o elevador de lado e ir pelas escadas? É um bom exercício para fortalecer as pernas e melhorar a circulação sanguínea. Além disso, em horários de pico, os elevadores sempre vão muito cheios, é difícil conseguir um espaço, assim o tempo que você usa esperando o elevador, provavelmente já chegou ou seu andar ou ao térreo com tempo de sobra.

4. Praticar exercícios físicos

imagem de jovem fazendo abdominal no colchonete fokus

Não tem como, exatamente, dizer qual é o mínimo de atividade física para deixar de ser sedentário(a), afinal, como já foi dito, cada pessoa é diferente. Algumas precisam de pouco tempo por dia, outras de alguns minutos a mais. Porém, o que é estabelecido de praxe são 30 minutinhos a cada dia. Nesses, podem ser encaixadas qualquer tipo de atividade, seja caminhada, corrida, uma partida do seu esporte favorito, musculação e muitas outras coisas, o importante é praticar.

É importante ter consciência dos seus limites e do seu condicionamento físico. Correr é muito pesado, por enquanto, para você? Então, opte por uma caminhada mais leve com um pouco de trote, por exemplo. E se você não tem esses 30 minutos de uma vez, não se preocupe, eles podem ser divididos! Se precisa conciliar filhos, serviço doméstico, a vida profissional, entre outras questões da sua rotina, aqueles 10 minutinhos de manhã, de tarde e de noite podem ser usados para fazer alguma coisa!

Você não precisa ir até a academia, há diversas opções de equipamentos para fazer funcional em casa, eles já são de grande ajuda! Faça alguns alongamentos no colchonete, passeie com o seu cachorro e filho depois da escola, dance, faça polichinelos… São muitas opções que podem ser encaixadas em qualquer tempinho!

5. Ter uma dieta balanceada

Se você quer saber como sair do sedentarismo, aqui vai uma dica essencial: alimentação também é importante! De quase nada adianta pegar pesado na academia ou no crossfit e se alimentar apenas com industrializados, frituras e outros alimentos cheios de gorduras. Experimente fazer uma salada bem colorida nas refeições principais, evitar o consumo excessivo de refrigerantes e energéticos, cortar a pizza de pelo menos um final de semana do mês, entre outras ações.

Não estamos falando aqui para você deixar todos os prazeres das refeições de lado, afinal comer algo que te faça se sentir bem também é prezar pela saúde, mas dê preferência para manter na rotina opções mais saudáveis. Alimentação e práticas físicas devem andar de mãos dadas, caso contrário você não terá disposição para nada.

6. Hidratar-se bem

imagem do mini galão de água fokus

Achou que a água ficaria de lado? Jamais! Ela é realmente o líquido da vida. Considera-se que um adulto deva consumir, no mínimo, 1,5 a 2 litros por dia. Ela ajuda a eliminar a retenção, é diurética, mantém nossos músculos, células e órgãos bem hidratados e muitos outros benefícios. Se você tem muita dificuldade de beber aquele copão de água, experimente colocá-la em uma garrafinha e manter essa bem gelada, isso pode ajudar!

Não são práticas tão complicadas, basta planejar bem a sua rotina e ter disciplina. Depois de um tempo, tudo isso se encaixa tão bem no seu dia que você já até não percebe. Nada disso precisa ser uma obrigação, é preciso ter bem-estar envolvidos para que você, cada vez mais, queira tornar sua vida saudável.

O que acontece quando somos sedentários? Malefícios para o corpo!

Como já dito no início do texto, o sedentarismo acarreta em muitas doenças graves, principalmente com a chegada da obesidade e conforme a idade avança. Pessoas que são sedentárias e chegam na obesidade podem ter problemas cardiorrespiratórios, artrite, desgaste nas articulações, diabetes e muitas outras.

Pensar na saúde desde cedo é importante, afinal nem todas as doenças têm cura, elas podem deixar sequelas. Então, deixar o corpo sempre apto para vencer a maioria delas é uma maneira de viver melhor. O melhor de tudo é que você poderá aproveitar diversos momentos sem ter o risco de se cansar fácil, de ficar com dores… Enfim, são muitas vantagens.

Ah, mas quanto tempo leva para sair do sedentarismo? Bem, é muito relativo, cada organismo age de uma maneira. Mas os sinais são claros: mais disposição para as tarefas do dia a dia, menos cansaço, mais saúde mental, autoestima mais elevada e muitos mais.

imagem de jovem se alongando ao lado de equipamentos fokus

Comece devagar! Faça alguns exercícios aqui e ali até ter um condicionamento físico melhor. Se não tiver tempo de ir até a academia, pode treinar em casa mesmo, há muitos profissionais de saúde que oferecem consultas online. Não se esqueça de consultar médicos especialistas, ok?

Se for fazer uma dieta ou começar uma atividade física diferente, é importante passar, mesmo que por um clínico geral, por um médico para que ele possa oferecer um exame e dizer se você está apto para as atividades físicas ou não.

Então, o que achou dessas dicas? Agora que você já sabe como sair do sedentarismo, pode aplicar as práticas no seu dia a dia, não é? E para conferir outros conteúdos sobre saúde mental e física, acompanhe sempre o nosso blog, pois preparamos conteúdos incríveis toda semana!